A Chave do Perdão

Chave do PerdãoNo amor posso enxergar um mundo em minha volta pelo qual os meus próprios olhos não se sabem determina com sua convicção e no seu detalhe complexo espero apenas fazer de sua escolha o meu ponto de partida em um determinado pensamento nessa minha vida com você ao lado sugerido todo um contexto de imaginar o meu mundo cada vez mais sólido numa circunstância óbvia do surgimento clássico de uma paixão por vossa mulher, no seu ainda proponho ressalta a felicidade de estar aqui com a doce sensação de poder contar com a razão e domar tamanho pensamento sobre o amor por você são me ainda um força pelo qual eu não tenho e tentar aos poucos conquistar esse meu desejo por um momento para com esse meu pedido por você meu amor, e sofrendo dia após dia por tentar esquecer o trauma no qual se deixa muitas sequelas no cérebro que sabe muito bem do sentido que uma mulher se tem para com essa vida no qual eu levo, faço cada vez um poema para relembrar os doces encontros em que obtive com essa maravilhosa moça que transformava tamanha solidez de suas palavras em fatos do meu cotidiano e assim tento crer que se exista um proposito para com isso bastava apenas deixar estabelecer essa ótima relação do quanto você obtém em cada dia com você meu amor, luzes apagando nos pontos principais dessa cidade e eu aqui observando o sentido que essa lua deixo para meu pensamento tentar satisfazer sobre essa determinada relação no qual eu me tenho com você e resistindo bravamente com a teimosia pelo qual tudo isso me leva ao sono e à partir de amanhã tentar convencer minha pessoa nos pecados desta viagem sobre o rumo que a ilusão e nas mentiras contadas por outros sobre esse paraíso.

Perdoar meu amor continua sendo o sentimento pelo qual eu peço para com você meu anjo o determinado valor de encontrar cada vez nesse mundo dos meus sonhos o grau de um pedido seu para comigo em dias como esse no qual minha figura deixa transparecer o ótimo resultado pelo qual eu ainda não consigo imaginar o quanto me tenho em sua presença essa capacidade de transformar um verdadeiro sentido em um caminho pelo qual nós dois se encontramos quando passa essa figura do quanto é notório o amor que ambos sentimos um para com o outro meu anjo.

O Novelo Mágico

Era uma vez uma menina que sonhava com a felicidade. Tinha muitos desejos, mas não sabia como realizá-los. Queria crescer logo, ser jovem, casar-se com um príncipe, ter uma casa bonita. Todas as noites ela pedia: “Meu bom Deus, vem trazer-me a felicidade”. Um dia apareceu um anjo e entregou-lhe um novelo com muitos metros de linha, dizendo:

— Linda menina, Deus ouviu seu pedido. Toma este novelo. Você pode ter a idade que quiser. Basta desenrolar o novelo. Mas…preste bem atenção: Ele só vai para frente e nunca para trás. Repito: Ele só roda para frente.  Depois desapareceu. Ansiosa, fez logo um teste. Puxou o novelo dizendo: “Quero ter quinze anos”. No mesmo instante estava com 15 anos, bela, encantadora, cortejada.  Agora quero ter dezoito anos e um noivo. Apareceu logo o noivo, todo simpático e garboso. Desenrolando sempre o novelo, quis aparecer professora formada… depois se casada… com filhos… Esquecera-se,  porém, das últimas palavras do anjo: “Esse novelo não pode voltar para trás”. Viu-se, em poucos minutos, uma mulher velha, desgastada pelos anos.

Lição: Por isso não precipite os acontecimentos. Viva bem o dia de hoje. Viva bem sua meninice, sua adolescência, sua juventude e também sua velhice.

Ouvindo a Palavra: Tudo tem seu tempo. Há um momento oportuno para cada empreendimento debaixo do céu: Tempo de nascer e tempo de morrer. Tempo de plantar e tempo de colher a planta… (Ecl 3,1-2).

 

 

Livro Que Recomendo

O Médico e o MonstroCurto, porém complexo, o texto deste livro foi publicado originalmente em 1886. Esta adaptação situa a história em seu contexto real e procura mostrar onde Robert Louis Stevenson se inspirou para criar uma narrativa tão extraordinária.

O autor ambienta a trama à época, com os costumes, rígidos padrões de educação, e casas luxuosas e bairros pobres de Londres. Ele utiliza-se de textos complementares, fotos, quadros, cenas de filme e ilustrações que reforçam a atmosfera de suspense e medo. Esses complementos delineiam a narrativa.

Este volume pode ser considerado um dos precursores do gênero ficção científica por tratar de experiências malucas que dão vida a seres inertes ou criam a possibilidade de uma pessoa ter dupla personalidade.

Diário da Vida

Nesse ato ainda penso nos seus quesitos de compartilhar cada vez mais o meio em que podemos escolher em determinados pontos de nossa opinião em relação aos momentos no qual ainda vivemos uma vida que às vezes não se torna digna no modo de compartilhar os seus gestos sobre a verdade que ainda vem na sua boca e posso mesmo confiar no futuro com os meus tantos problemas vividos e conforme vou superado todos consigo passar essa informação de que minha vida tem enfim o trunfo sobre cada olhar pelo qual eu ainda me deixo perceber nesse horizonte e com os traços ainda firmes para com essa minha glória, prestando sempre uma atenção para com o aprendizado de uma vida foi que assim obtive vitórias ao longo deste tempo meu e na solidão o convívio com os desafios lançados no meu limite em tentar querer justificar o sentido de tudo que estava se ocorrendo.

Vídeo de Minha Vida

Doce mulher e encantadora companhia na sua presença para com todos os meus devidos momentos enxergo todo o sentido de minha vida nesse exato transformo o meu pensamento numa devoção para contigo que me faz nesse pouco de tempo apreciar os bons costumes de lhe ter nas suas palavras essa compreensão e assim crer no resultado final de uma vida frequente de emoções para com o amor em sua flor da pele questionar para com o seu pobre meio de ainda querer decifrar tamanha sensação de sua pessoa quando se encontra no valor do seu pedido a substancia fundamental para com o sorriso cativante dos lábios de uma mulher é por assim numa agradável presença que posso aos poucos consertar o quanto o meu pensamento se torna vago em relação para com os objetivos de uma determinada situação do meu cotidiano e numa transformação do meu capaz para solucionar o grave modo do meu ato.