DIÁRIO DE VIDA

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.
1 Coríntios 13:1-13

O Novelo Mágico

Era uma vez uma menina que sonhava com a felicidade. Tinha muitos desejos, mas não sabia como realizá-los. Queria crescer logo, ser jovem, casar-se com um príncipe, ter uma casa bonita. Todas as noites ela pedia: “Meu bom Deus, vem trazer-me a felicidade”. Um dia apareceu um anjo e entregou-lhe um novelo com muitos metros de linha, dizendo:

— Linda menina, Deus ouviu seu pedido. Toma este novelo. Você pode ter a idade que quiser. Basta desenrolar o novelo. Mas…preste bem atenção: Ele só vai para frente e nunca para trás. Repito: Ele só roda para frente.  Depois desapareceu. Ansiosa, fez logo um teste. Puxou o novelo dizendo: “Quero ter quinze anos”. No mesmo instante estava com 15 anos, bela, encantadora, cortejada.  Agora quero ter dezoito anos e um noivo. Apareceu logo o noivo, todo simpático e garboso. Desenrolando sempre o novelo, quis aparecer professora formada… depois se casada… com filhos… Esquecera-se,  porém, das últimas palavras do anjo: “Esse novelo não pode voltar para trás”. Viu-se, em poucos minutos, uma mulher velha, desgastada pelos anos.                                                                                                                

Lição: Por isso não precipite os acontecimentos. Viva bem o dia de hoje. Viva bem sua meninice, sua adolescência, sua juventude e também sua velhice.

Ouvindo a Palavra: Tudo tem seu tempo. Há um momento oportuno para cada empreendimento debaixo do céu: Tempo de nascer e tempo de morrer. Tempo de plantar e tempo de colher a planta… (Ecl 3,1-2).

VÍDEO DE MINHA VIDA

Propenso ainda em sonhar nos mais lindos momentos de minha vida contemplando um sol de uma certa manhã quando falamos do sentimento integro no meu coração meu anjo, desperto tantas maneiras de falar do vosso desejo de estar aqui ao meu lado e perceber que sua existência é muito maior para os meus olhos, deste motivo posso muito bem conter na respiração o grande trunfo em saber lembrar dos detalhes de cada encontro de nossas almas nesse longo tempo e por assim descrever pretendo apenas possuir na minha doce essência o grande valor de saber constituir no empenho das palavras ao homenagear a pessoa que sabe muito o gesto de lhe amar muito sua pessoa.

LIVRO QUE RECOMENDO

Cartas de Amor de Paris 2Imagina você viajar para a cidade dos amantes,  apaixonar por uma pessoa no primeiro instante e depois de longo tempo voltar novamente a vê-lo, tudo isso aconteça com Samantha  Vérant que aos 19 anos conhece Jean-Luc numa viagem curta à Paris. Depois de uma noite de muito romantismo se despedem na manhã seguinte,  Samantha continua sua viagem e Jean-Luc então escreve sete lindas cartas de amor.

Vinte anos depois, divorciada de Chris e perguntando a si mesma em que rumo sua vida começou errado, Samantha encontras as sete cartas e decidi procurar o Jean-Luc na internet para responder as cartas com um pedido atrasado de desculpas, descobre que a conexão entre ambos não se perdeu com o tempo e continua tão forte quanto o dia em qual Samantha deixou sozinho na plataforma de trem.

Amor Incondicional

Amor.jpg

Quando comecei a fazer esse blog não imaginava em certa audácia o tamanho da responsabilidade de transformar cada dia de uma pessoa em algo agradável de entender as inúmeras sensações pelo qual o amor faz em nossos deleito de apaixonado por sua grande amada, assim coloquei em prática uma reação espontânea do afeto que tinha por uma mulher no qual soube justificar com tantas palavras o sentimento brotando no peito, vejo ainda como aquele garoto aprendendo os significados presentes no amor quando trato da pessoa que tornou essa minha vida um gesto de cúmplice em tantas maneiras ao relatar o verdadeiro detalhe de ter nos meus braços a razão em alimentar o valor dela, perceber essa loção de me enlouquecer foi quando pude experimentar as suas dádivas em questão ao tratar em particular o inebriante poder nas mãos pude conter o destino próprio revelando a simples emoção de existir soube a perfeição de compreender a intensa maneira de colocar na minha vida essa forma única de amar sua pessoa com um desejo de fazer na felicidade o prato de cada dia, encantado com essa tamanha forma de entender os inúmeros sentimentos posso apenas pertencer aquele valor de minha vida em suas mãos em contemplar tamanha evidencia de frases quando soletro o seu nome coloco na mente das pessoas o valor decisivo de ainda perceber o magnífico sorriso na minha mulher em tratar aquela oportunidade ascensão dos objetivos que o mundo nos faz ter em grande momentos um objetivo para cumprir ao longo desse tempo e ainda estabelecer alguns parametros nesta conquista imaginando os proximos passos dados por mim vejo como tudo tem um sentimento para com este coração sofrido determinando sempre o passo dado naquele segundo prevendo sempre os reflexos das minhas atitudes posso afirmar com toda a certeza do quanto o meu mundo muda ao seu lado de uma única forma feliz.

Por ainda colocar no meu peito essa dadiva de prevalecer o amor como um todo, sem esquecer dos únicos momentos da pureza do sentimento descrito por inumeros especialistas deste assunto, mas nunca saberão a forma de como vem toda essa avalanche de adjetivos e nomes que possam explicar o quanto o meu coração bate quando esta na presença desta mulher que sabe das fraquezas do homem em sua frente e lhe revelando a grande pessoa que pode se transformar se acreditar no seu potencial e na sua simples dedicação para com ela faz com suas atitudes ao longa da vida faça justificar o projeto que ambos o tem ao conceber um ao outro poder magnifico de se amar.

Diário de Vida

 

Amizade como um todo tem nos seus traçados o comum objetivo de alimentar no seu ego a pontualidade de criar em seu circulo de amizade uma relação quase de irmão, são-me ainda um desejo ao referir minha identidade com a pessoa colhendo na sua razão o conselho único de sabedoria pretendo em cada momento compartilhar com essa emoção de elaborar o prestigio construindo ao longo desse tempo, manter no seu alto nível uma sabedoria acumulada com inúmeras fases de nossa vida e dedicar um pouco do seu segundo ensinando o caminho pelo qual devemos prosseguir são para mim alegria o passo certo para uma plenitude de sensações ótimas com relação ao futuro escolhido por minha pessoa quando trato o pensamento meus sobre essa nova maneira de olhar o presente.